LUIZ ALBERTO MACHADO

Loading...

sábado, dezembro 28, 2013

CRÔNICAS PALMARENSES







CRÔNICAS PALMARENSES – Reunião de croniquetas, entrevistas & outros textículos em homenagem ao povo bom da terrinha dos Palmares, cidade da Mata Sul pernambucana, lugar onde nasci, cresci, pintei & bordei no Ginásio, amei & sorri no bar da Famasul, briguei & bebi pelos cabarés da Coréia, cantei & morri na estrada de Água Preta, desandei & renasci menino levado na Praça Maurity, enfim, fui batizado no Una e na Rua do Rio onde quase morri afogado, me esbaldei no Pirangi onde enterrei minha mãe e meu filho, pisoteei no Riacho dos Cachorros onde aprendi tudo de Japaranduba ao cabaré de Cantochão, das Pedreiras subindo o Matadouro até sair em Bigode pra ir pra Recife até morrer de saudades em Maceió. Destaco aqui os Poetas de Palmares recolhida das edições da antologia do Juarez Correya e o texto Caudal do Una, do eminente escritor catendense, Pelópidas Soares.







PALMARES

I

II 




ASCENSO FERREIRA

I



HERMILO BORBA FILHO

I

 

MANUEL BENTEVI

 I
  II



 
MAURICIO MELO JUNIOR

I