LUIZ ALBERTO MACHADO

Loading...

segunda-feira, dezembro 31, 2012

30 ANOS (1982-2012)


30 ANOS (1982-2012) – Tudo começou quando publiquei em 1982, o meu pri meiro livro de poesias, Para viver o personagem do homem, sob a coordenação editorial da Nordestal Editora, do poetamigo Juareiz Correya. Se bem que muito antes disso, eu já participava de festivais de música com minhas próprias canções, já havia realizado muitas parcerias musicais com Fernando Melo Filho, Ângelo Meyer e Célio Carneiro de Siqueira, escrito e encenado meu primeiro texto teatral O Prêmio (1977), realizado shows, jograis e participado, entre outras coisas, do movimento das Noites da Cultura Palmarense, comandado por José Duran y Duran. 



Daí, ao longo desses 30 anos, como eu dissera na introdução da publicação 30 Anos de Arte Cidadã, ocorreram demasiados fracassos e algumas pouquíssimas conquistas. Felizmente, esses pouquíssimos êxitos valeram mais que todas as decepções, desapontamentos e derrotas, tornando-se base para a teimosia, insistência, persistência e perseverança até hoje. Razão pela qual, manifesto meus agradecimentos a todos que estiveram e que me acompanham até o presente momento: Meimei Correa, Mariza Lourenço, Juareiz Correya, José Duran y Duran, Fernando Melo Filho, Ângelo Meyer, Célio Carneiro de Siqueira, Carlito Lima, Oscar D´Ambrosio (Rádio Unesp), Josué Demétrio, Marquinhos Cabral, Clevane Pessoa, Enéas Ferreira, Jarbinhas Barros, Sonekka –Osmar Lazzarini, Mácleim Damasceno, Ibys Maceioh, Carmen Silva Presotto, Rosa Pena, Aline Romariz, Teco Seade, Sarinha Freitas, Regina Alves Moura, Genésio Cavalcanti, Vlado Lima, Monsyerrá Batista, Ana Fumian, Mazinho (Jucimar Siqueira), Sonia Mello, Eliezer Setton, Claudio Nucci, Tchello d´Barros, Talis Andrade, Felipe Cerquize, Rogério Dias, Zé Barros, Ísis Corrêa Naves, Katya Chamma, Clara Redig, Verney Filho, Fátima Maia, Josemar Brito, Roney Bunn e Marcos Palmeira.



E mais: Ricardo Loureiro (Programa Estrada 55), Antonio Miranda (Poesia Iberoamericana), Silvana Guimarães (Germina), Ju Mota, Kátia Velo, Selmo Vasconcellos, Marta Nascimento, Mauricio Melo Junior, Gal Monteiro, Eduardo Proffa, Luiz Eduardo Caminha, Luiz Pompe, Junior Almeida, Gilberto Mendonça Teles, Marcio Baraldi, Cikó Macedo, Luiz Barreto e muitos tantos outros que estiveram, chegaram, passaram e, hoje mesmo ausentes, continuam comigo na esperança de um mundo melhor paratodos. A todos, minha eterna gratidão.


Confira todas as manifestações de carinhos e comemorações no Baú de Ilusões. E também aqui e no Facebook.