LUIZ ALBERTO MACHADO

Loading...

quarta-feira, outubro 31, 2007

BRINCARTE



Olá, gentamiga,
Este é o espaço em que reúno meus textos, músicas e recreações infantis: BRINCARTE.

Beijabrações
Luiz Alberto Machado

terça-feira, outubro 30, 2007

PESQUISA & CIA



Olá, gentamiga,
se você está realizando um trabalho acadêmico de graduação ou pós-graduação e está precisando de dicas de Pesquisa então acesse:
PESQUISA
PESQUISA & CIA
PESQUISA & CIA

Boa sorte & vamos juntos
Luiz Alberto Machado

quinta-feira, outubro 25, 2007

GERALDO AZEVEDO



Foto: Dário Azevedo

Olá, gentamiga,
Uma vez tive oportunidade de entrevista Geraldinho Azevedo. Por isso, primeiro trago uma dica: no site do cantor e compositor pernambucano Geraldo Azevedo você fica por dentro de toda sua obra com biografia, songbook, agenda, fotos e discografia. Agora, veja um papo que levei com Geraldo Azevedo. E veja mais em Música.

quarta-feira, outubro 24, 2007

O LOBISOMEM ZONZO



Olá, gentamiga,
O Lobisomem Zonzo é o meu terceiro livro infantil lançado pelas Edições Nascente, em 1998. É a estória de quatro meninos, Bichin, Gordim, Jeguim e Maluquim que se perdem na floresta e se deparam com o temor do lobisomem. É uma estória engraçada que foi transformada em teatro e já foi premiada em vários festivais pelo Brasil. Para ver o texto teatro acesse Lobisomem Zonzo.

Veja mais no Brincarte.

terça-feira, outubro 23, 2007

CANTADOR



Foto: Derinha Rocha.

CANTADOR

(Música & letra de Luiz Alberto Machado)

A vida passa em cada passo do caminho
Vou passarinho professando a minha fé
Vou bem cedinho pela estrada que se espalma
O Nordeste em minha alma
Nos catombos do trupe

Vou Severino percorrer légua tirana
Com toda aventura humana
No solado do meu pé.

Sou cantador
E carrego no canto
Minha vida no manto
Que reveste o valor
Pra onde eu for
Eu me valha do encanto
Pra chegar em qualquer canto
Com a verdade do amor.

Vou com meu canto em cada canto lado a lado
Vou com cuidado afinando o meu gogó
Sem ter espanto, todo só de luz armado
Tino aceso e aprumado
Evitando um quiprocó.
Vou confiante, entre o céu e a terra, a ponte
No destino do horizonte
Vou bater até no sol.

Sou cantador
E carrego no canto
Minha vida no manto
Que reveste o valor
Pra onde eu for
Eu me valha do encanto
Pra chegar em qualquer canto
Com a verdade do amor.

Digo bem alto e minha crença toma abrigo
Sem ter asilo na redoma do mundão
Sigo o sermão no rumo a rota do estradeiro
Assuntando o paradeiro
Na melhor entonação.
Passo nos peitos a ficar comendo orvalho
Se cantar é o meu trabalho
Deus me dê toda canção.

Sou cantador
E carrego no canto
Minha vida no manto
Que reveste o valor
Pra onde eu for
Eu me valha do encanto
Pra chegar em qualquer canto
Com a verdade do amor.

© Luiz Alberto Machado. Direitos reservados.

Veja mais Música.

sexta-feira, outubro 19, 2007

NÓS



Olá, gentamiga
estou na revista cultural e literária Nós - Fora dos Eixos.

Beijabrações & maravilhoso final de semana!!!

Luiz Alberto Machado

TATARITARITATÁ!!!



Gentamiga,
O Tataritaritatá é um espaço de humor. Também uma homenagem aos meus amigos Mauricio Melo e seus filhos Gilberto & Mauricinho – os irmãos metralhas. Lá você pode encontrar as Trelas do Doro (o bacharel das presepadas com as suas previsões astrológicas), o Festival de Cagadas Melando o País – FECAMEPA (que conta a história bem humorada do Brasil), além de Croniquetas, Noveletas, Blog, Coluna, Show & muito mais.

Visite o Tataritaritatá!!!

quinta-feira, outubro 18, 2007

DJAVAN: MATIZES



DJAVAN - O cantor e compositor alagoano Djavan acaba de lança o seu décimo oitavo disco, “Matizes”, com 12 novas canções autorais e, também, com a gravadora autoral, a Luanda Records, em seu terceiro lançamento. “Matizes” traz a diversidade poética e musical de uma obra em plena maturidade.

Veja o resultado das entrevistas a mim concedidas por Djavan. E veja mais Música.

quarta-feira, outubro 17, 2007

O REINO ENCANTADO DE TODAS AS COISAS



O Reino Encantado de Todas as Coisas foi o meu primeiro livro infantil publicado pelas Edições Bagaço, em 1992. Ele já teve segunda edição e anda por aí. É a história do Pontinho, o herói que salva uma população indefesa do monstro Inhangaí. Veja na Bagaço.

Veja mais no Brincarte.

terça-feira, outubro 16, 2007

PRIMEIRA REUNIÃO



Gentamiga,
Primeira Reunião é o título da minha antologia poética publicada pelas Edições Bagaço, em 1992. Neste livro estão reunidos os meus livros Para viver o personagem do homem (Nordestal, 1982), A intromissão do verbo (Pirata, 1983), Raízes & Frutos (Bagaço, 1985), Canção de Terra (Bagaço, 1986) e Paixão Legendária (Bagalço, 1991), todos de poesia.
Estou preparando a segunda edição que passará a ser denominada Primeira Reunião & outros poemas.
Enquanto o livro não sai, estarei publicando publicando toda terça-feira o seu conteúdo no Varejo Sortido.

Veja no Varejo Sortido. E mais Poesia.

segunda-feira, outubro 15, 2007

CANTARAU DE AMOR POR ELA – O SARAU DOS NAMORADOS



SANTANNA, O CANTADOR - O Santanna, o cantador gravou no seu disco Xote pé de serra, a nossa parceria musial Nunca chore por mim. Para ouvi-la veja na Trama.



NUNCA CHORE POR MIM (BALADA DE QUEM VAI EMBORA)

Música de Santanna, o cantador & letra de Luiz Alberto Machado

Nunca chore por mim
Não chore não
Que um dia eu volto
Prá te buscar
A partida e o caminho
Nas minhas mãos
E os olhos da vida a me vigiar

Eu percebo o destino
Sob os meus pés
A saudade no peito
Agourando a solidão
O exílio e o aceno nas minhas mãos
Incidem na voz num lamento de adeus
De quem se entregar
Seja em qualquer lugar
Onde a sorte vier

É seguir cada qual a sina de agora
Desatino vadio da ilusão
O apito do trem apressa a hora
Marcando o compasso do meu coração

Cada rosto se expõe na dor que chora
Quando o peito é varrido pela paixão
Já é tarde estou indo eu vou embora
É que o choro arrocha o nó da canção

De quem vai se entregar
Seja em qualquer lugar
Onde a sorte vier

Perdão dos amores desfeitos na tora
Arrancados no véu da contramão
Fizeram o outono da minha história
Atraíram o abandono e a distração

Pelas ruas ganhei a pose e o disfarce
O abraço e o perigo da delação
Para a vida ofereço a outra face
E prá morte celebro a confissão

De quem vai se entregar
Seja em qualquer lugar
Onde a sorte vier

© Luiz Alberto Machado. Direitos reservados. Música de Santanna, o cantador & Letra de Luiz Alberto Machado. In: SANTANNA, O CANTADOR. Xote pé de serra. Ed. Lalu/7069285.

Mais
Cantarau de amor por ela – O sarau dos namorados e ouça a Rádio Tataritaritatá!!!!

Veja mais:
WEBRÁDIO TATARITARITATÁ
CORDEL TATARITARITATÁ
CRIANÇA: RECREÇAÕES BRINCARTE
INFANTIL: NITOLINO & O MEIO AMBIENTE
PALESTRA: CIDADANIA & MEIO AMBIENTE
PROMOÇÃO BRINCARTE KIT LIVROS/CD
ARTIGOS & PESQUISA
CURSO: FAÇA SEU TCC SEM TRAUMAS
EVENTOS COM PARTICIPAÇÕES DE LUIZ ALBERTO MACHADO

Veja também a entrevista com Santanna, o cantador. E veja + Música.

sexta-feira, outubro 12, 2007

PALESTRA



PALESTRA: O JOVEM, O LIVRO E O FUTURO
Palestra destinada aos jovens do 2º Ciclo do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Universitários, versando sobre a importância do livro. É efetuada uma abordagem acerca da disposição do jovem na busca pelo hábito da leitura para planejar o seu futuro. Duração da palestra: 1:30h. Interessados contato: lualma@terra.com.br ou pelo fone 82.88454611.

Veja mais Pesquisa.

quinta-feira, outubro 11, 2007

ARIANO SUASSUNA



ARIANO SUASSUNA
Ariano Suassuna é escritor, poeta e dramaturgo paraibano radicado no Recife, autor de uma obra célebre que ganhando cada vez mais notoriedade. Dentre as suas obras estão “Auto da Compadecida” e “A pedra do reino”.
É membro da Academia Brasileira de Letras, defensor militante da cultura brasileira e criador do movimento Armorial, em Pernambuco, Ariano Suassuna concedeu uma entrevista exclusiva ao Guia de Poesia, falando de sua trajetória, de Hermilo Borba Filho, de Ascenso Ferreira, Capiba e muito.

Confira a entrevista.

quarta-feira, outubro 10, 2007

BRINCARTE



Arte: Derinha Rocha.

BRINCARTE
O blog Brincarte é um espaço reservado para o público infanto-juvenil. Lá você encontra a trupe do Falange, Falanginha, Falangeta, a meninada do Lobisomem Zonzo, as aventuras do Alvoradinha, as questões de O Cravo e a Rosa, além de dicas de teatro, música e eventos para a garotada.

Veja mais Brincarte.

terça-feira, outubro 09, 2007

FECAMEPA



O FECAMEPA – Festival de Cagadas Melando o País é uma cópia descarada do Febeapá – Festival de Besteiras Assolando o País -, do saudosíssimo escritor Sérgio Stanislaw Porto Ponte Preta. Tal festival quer malucamente passar a limpo a História do Brasil (eita!).

Veja o FECAMEPA.

segunda-feira, outubro 08, 2007

FOLIA CAETÉ



FOLIA CAETÉ

Letra & música de Luiz Alberto Machado

Sou brasileiro, meu bem
De janeiro a janeiro
De ralar o ano inteiro
Pra ver se a vida um dia vai mudar
Para um melhor fevereiro
Festa de carnaval
Pular, esbaldar festeiro
Pra ver se a minha vida vai mudar
Eu vou driblando as broncas
Pra gororoba chegar
Eu dou nó cego até no ar
Pra fazer meu direito valer
Feito gente adulta de ser
Respeite o cidadão que é de lei
Seja um, qualquer um, toda vez
Tenho a dizer
Moradia é lugar que se tem
A saúde é gozar muito bem
E saber que não deve minguar
E exercer
O respeito por todo alguém
Que é de todos não é de ninguém
O direito sagrado: viver
Cidadania vingar
Cantada bem pra valer
Viver feliz é o que se quer
Mesmo quem venha a nascer
Cidadania é viver
Na folia caeté.

© Luiz Alberto Machado. Direitos reservados.

Veja o clipe de Folia Caeté e mais frevo em Música.

quinta-feira, outubro 04, 2007

AURORA



AURORA

Letra & música de Luiz Alberto Machado

Eu quero aurora dos meus olhos
viver a eclosão do dia
este parto retratado
no rastro meu que se vadia
pra lá das mãos
pra lá do mar
nas veredas deste céu
que vai além do meu cantar
da minha voz que traz
este céu que desvirgina
as entranhas do meu corpo
que se perde pelos vales
e só me resta seguir, ir
nas veias mornas da manhã
até abrir as comportas do meu coração.


© Luiz Alberto Machado. Direitos reservados. In: Primeira Reunião. Recife: Bagaço, 1992.

Veja o clipe de Aurora.

quarta-feira, outubro 03, 2007

MANGUABA



Gentamiga,
quando estive na cidade de Pilar-AL me deparei com um cinema transcendental: a lagoa Manguaba.
A lagoa Manguaba é a maior do Estado de Alagoas, com aproximadamente 42 Km² e constitui a região estuarina dos rios Paraíba do Meio e Sumaúma. Esta lagoa fornece uma visão digna de ser vista pelos turistas, além de oferecer pesca e passeio de lanchas e canoas por ilhas e ilhotas através de seus canais que são os seus principais atrativos. O ponto culminante se dá no povoado de Massagueira, onde se dá no encontro da lagoa com o mar.

Fonte: Municípios de Alagoas. Maceió: Instituto Arnon de Mello, maio de 2006.

Veja mais Manguaba.

Luiz Alberto Machado